Novo Servidor – Agora com mais conteúdo

16 06 2008

Cyberdelia Br - Preview Logo Temp

A partir de agora, ou melhor de sexta feira, estamos com um domínio, e poderemos disponibilizar mais informações e ajuda sem ter restrições com o WordPress.com tem, apesar de ele ser muito bom. Se você gosta de nosso conteudo visite agora mesmo, nosso novo endereço: http://www.cyberdeliabr.com/.

Iniciamente, ainda estaremos nos adaptando ao servidor e configurando as melhores opções para nossos usuários e visitantes. Com tantas opções que estaremos disponibilizando em nosso novo dominio, você não pode perder essa oportunidade, caso tenham alguma dúvida ou sugestão envie-nos um e-mail para blogcyberdelia@gmail.com ou acesse: http://www.cyberdeliabr.com/sobre.





Nethack e roguelikes

21 05 2008

Roguelikes: jogos RPG open-source e muito bons


Você conhece os jogos Roguelike, como NetHack e o Slash’EM? Se não, o que está esperando para jogar esses jogos que “resistiram” à evoluções como placas 3D, Internet de alta velocidade e sistemas operacionais avançadíssimos e continuam fazendo sucesso?

Para muitos o jogo parece “tosco” e sem graça, mas para o pessoal que se interessa pelo Software Livre, ou simplesmente gosta de jogos simples, difíceis e divertidos, tem muitas razões para gostar desses jogos:

Os jogos “Roguelikes” tem esse nome por se basearem no jogo Rogue, que data das primeiras versões do UNIX, como os da SCO e da Digital (DEC), lá pelos meios da década de 80, onde você (representado por um @ – porque o @ lembra uma cabeça humana) explorava um conjunto de cavernas.

O jogo Rogue “revolucionou” os jogos da época, que eram somente em modo texto, por mudar o conceito de jogo de raciocínio, estratégia e RPG. Ao invés de descrições como “Há um gnomo, um dragão e um vampiro do seu lado. Deseja atacar qual?”, ele começou a mostrar gráficos precários usando os símbolos ASCII (!!), criando mapas usando símbolos como + – e | (vertical), e usando caracteres ASCII para monstros (Por exemplo, um gnomo aparece como um ‘G’, um dragão como um ‘D’, um cachorro como um ‘d’ – do inglês ‘dog’ – e um vampiro como um ‘V’ ou ‘Z’ por ser da família dos zumbis).

O jogo era um sucesso entre administradores de sistema e programadores, por consumir poucos recursos de uma máquina e ser jogado com qualquer hardware (Até um 386 com 4 MB de RAM e monitor VGA preto e branco serve)

O jogo Rogue evoluiu, virando o Hack que adicionou uma grande variedade de monstros e objetos, que evoluiu para o NetHack, que é o principal jogo rogue-like de hoje em dia. O NetHack tem um projeto “irmão” que é o Slash’EM, uma versão muito mais difícil, considerada “quase impossível de completar”, do NetHack.

No NetHack ou Slash’EM não há som nem imagens 3D. O jogo inteiro é baseado num conjunto de cavernas, complexo e dificílimo de ser explorado. Você tem um objetivo que é resgatar um objeto oculto nas profundezas do Inferno, guardado por um grande mago. Para isto você escolhe uma profissão para seu personagem (há magos, lutadores, guerreiros, cavaleiros e até praticantes de magia negra!) e raças (gnomos, duendes, elfos, orcs, humanos e até vampiros, no Slash’EM).

Você pode estar pensando que os jogadores destes jogos são apenas nerds e “hackers de plantão”. Não; há todos os tipos de jogadores, desde o sem nenhum conhecimento técnico – jogando apenas por curiosidade -, até o jogador que colabora como desenvolvedor.

Bem a preguiça me privou de descrever esse estilo de jogo,e extrai uma descrição de outro site.
Para os desavisados não existe coisa melhor do que uma partida de slash’em ou nethack,com uma interface visual simples (tosca?”) em seu modo gráfico,jogos roguelike são um exercicio de intelecto,muitos problemas para serem resolvidos,dificuldade imensa e com esse recurso de geração de dungeons aleatorias, cada partida é um jogo totalmente novo.
Outro topico importante à ser frisado é a riqueza de detalhes,o lema do jogo por si só é:
“Os programadores pensaram em tudo”
A fase da lua,dia da semana e do ano e a hora,influenciam no jogo ajudando ou prejudicando.
Existem varias raças,classes,tendencias de carater,magias,animais com ataques especiais, itens,monstros de estimação,deuses e muitos locais para serem explorados e o melhor… tchan tchan tchan TCHAN!:
No melhor estilo open source,existem varias versões de roguelikes(com interface gráfica ou não) para todos os gostos,isso tudo inteiramente gratis.
Se não conhece esse estilo de jogo,experimente,duvido que irá se arrepender.
Slash’em